fechar
Comentar
Publicado por Blog do Corretor

Atendimento de urgência pelos planos de saúde tem decisão revogada pelo STJ

Atendimento de urgência pelos planos de saúde tem decisão revogada pelo STJ


O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que a Justiça Federal no Rio de Janeiro vai julgar a ação civil que discute a legalidade das regras de cobertura do atendimento de urgência e emergência pelos planos de saúde. A justificativa foi a necessidade de inclusão da União e da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) como partes no processo.



O tribunal de justiça do estado já havia considerado ilegal Resolução 13/1998 do Consu, com base no pedido do MP do Rio, decisão que foi revogada. A principal alegação é de que as operadoras de planos de saúde estariam usando a resolução para deixar de cumprir a regra de obrigatoriedade do atendimento emergencial, passadas 24 horas da contratação do plano.



Na prática, o movimento da 4ª Turma do STJ afasta a decisão negativa para as operadoras de planos de saúde e devolve, praticamente à estaca zero, o processo. Isso também mantém a resolução em vigor por mais tempo até uma decisão liminar ou definitiva da Justiça Federal. 



O relator do caso, ministro Luís Felipe Salomão, justificou a anulação da decisão do TJ-RJ a partir do fato de que a ANS e a União sequer tiveram como defender argumentos a favor da resolução.



 Não há data para a retomada do caso na Justiça Federal do Rio.



A informação é da XP Monitor Setorial


Leia também

0 comentários
Comentar
Carregar mais

Deixe seu comentário Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.