fechar
Comentar
Publicado por Emmanuel Ramos de Castro

Canto a Mim Mesmo

* * * * *

Eu parto que nem ar,


sacudo os cabelos brancos ao sol


que se está indo embora,


derramo em remoinhos minha carne


e deixo-a flutuando em pontas rendilhadas.


Eu me planto no chão para crescer


com a relva que eu amo:


quando vocês de novo me quiserem,


é só me procurarem


debaixo da sola de seus sapatos.


Dificilmente saberão quem sou


ou o que eu quero dizer,


mas mesmo assim eu hei de ser para vocês


boa saúde, dando ao sangue de vocês


pureza e energia.


Se logo de saída não me acharem,


mantenham a coragem:


se me perderem num lugar, procurem


achar-me noutro:


em algum ponto eu hei de estar parado


à espera de vocês.


[Walt Whitman]

Leia também

4 comentários
Comentar
Vendendo Muito

Parabéns, Emanuel eu já era sabedor do seu belo trabalho por de trás do Blog.
E sei que vc é PT vermelho mesmo , por isso sempre que possivel eu o cutucava, no bom sentido.
O conheço e muito bem do salão da Qualicorp, na equipe da Lia, vc sempre bem articulado e muito inteligente sempre observando mais do que falando e agindo muito mais ainda, que Deus sempre o abençou, estarei sempre aqui para elogiar e sempre que possivel criticar (até quando Deus assim permitir) para sempre melhorarmos como pessoas e profissionais.
Estou ainda triste pela perda de um grande amigo que vc tb conheceu o Warley.

Abs

RESPOSTA
Que maravilha ler essas suas tão docees e confortantes palavras nesse oceano de sal em que vivemos, amigo. Não por acaso você se auto-define, "Vendendo Muito". Certamente você merece.
Fico feliz com a sua presença e atuante paricipação e suas críticas serão muito bem vindas, pois sei que elas terão sempre a intenção de melhorar. A mim, ao Blog e aos nossos colegas.
Felicidades e um abraço desse blogueiro, vermelho da cor do sangue derramado pelas feridas dos injustiçados.

Zé Kri Kri

Isso é falta de assunto, é?????
Corretor num gosta de poesia não corretor gosta é de uma breja mesmo no frio.
Mata o gato e faz um churraskinho. kkkkkkkkk

sherlock holmes

Márcia... Márcia... hummm deixe-me ver:
É aquela da associação?

Márcia

Nossa que lindo blog, amei a poesia. Combina com esse fim de outono e começo de inverno que a gente tá vivendo agora. Fico sempre contente quando entro aqui porque é sempre uma surpresa cada post que vocês publicam.

Carregar mais

Deixe seu comentário Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.