fechar
Comentar
Publicado por Emmanuel Ramos de Castro

Deputado pede revisão das alícotas para beneficiar corretor

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (07/05), o texto base do Projeto de Lei Complementar 221/12, que universaliza o acesso do setor de serviços ao Simples Nacional (Supersimples), o regime de tributação das micro e pequenas empresas.


No entanto, por acordo entre os partidos, os destaques apresentados à matéria ainda serão analisados na próxima semana, o que dever provocar mudanças nesse texto.


Apesar da luta capitaneada pelo presidente da Fenacor, deputado Armando Vergílio (SD-GO), que foi presidente da Comissão Especial sobre o tema, houve retrocesso no texto base aprovado.


Armando Vergílio afirma que há pontos positivos com a universalização do Simples para toda e qualquer empresa que fatura até R$ 3,6 milhões anuais: o tratamento menos burocrático; além dos processos de abertura e financiamento de empresas.


Contudo, ele adverte que a Tabela VI, incluída como anexo pelo relator, não atende aos anseios dos corretores de seguros. Assim, cada corretor precisará analisar suas contas, como o peso da folha de pagamento e o nível de formalização, para decidir ou não pelo Simples.


Diante desse cenário, Vergílio apresentou duas emendas, que serão votadas amanhã (13/05).


Já a emenda 22 solicita que a Tabela VI seja reduzida em 20% para todas as categorias.


O presidente da Fenacor alerta que a participação dos corretores de seguros será vital e indispensável para a mudança do texto aprovado.


É muito importante que cada corretor de seguros envie email aos parlamentares de sua região solicitando a aprovação das emendas 6 e 22. "Trata-se de momento crucial e precisamos dessa mobilização", observa Amando Vergílio.


Em Notícia - Extra



Leia também

1 comentários
Comentar
Oi

Alícotas por aliquotas

Carregar mais

Deixe seu comentário Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.