fechar
Comentar
Publicado por Emmanuel Ramos de Castro

In Memoriam

(Colaboração de um leitor amigo, anônimo e assíduo nos comentários)


Para melhor  visualização, clique na imagem

Leia também

6 comentários
Comentar
Anônimo

Olá!
Não encontrei nota de falecimento de nosso amigo Warley esposo da Dalvina.
Pessoa boa, competente, dedicado à família.
Descanse em paz, porque sabemos que o Senhor o acolheu.
Sinceros sentimentos e força à esposa, filho e família.

CORRETOR DE SUCESSO

Realmente vai fazer falta, más cumpriu sua função!
Reorganizou o setor de seguros descanse em paz..

Sérgio Magalhães

Controvérsia, divergência, falta de empatia sempre há entre as pessoas. Se fosse simples agradar, geneticamente já estaríamos prontos mas isto é um processo de melhoria e perseverança contínua.

O pouco que conheci de Leôncio pude perceber que não era uma pessoa arrogante, sempre bem disposta e foi aquele tipo de líder de relevância que mais se aproximou e falou a mesma língua do vendedor comum de planos de saúde por exemplo.

Muito se dirá mas sua obra realmente deixou uma marca difícil de ser superada.

Poucos nomes serão lembrados assim. Sinto pela família !

Sérgio.

Emmanuel Ramos de Castro

A morte é inevitável, mas sempre nos surpreende.
Leôncio cumpriu sua missão.
E até onde eu sei a fez muito bem.
Sua família e seus amigos, apesar da dor, devem estar muito orgulhosos.
Parabéns, Leôncio!

SINCOPLAN

Ao grande Líder dos corretores de seguros
Leôncio assumiu a ACORSES, Associação dos Corretores de Seguros do Estado de São Paulo, com o intuito de fazer sua parte na luta pelo reconhecimento e crescimento da classe à qual pertence.
O passo seguinte foi sua primeira gestão como presidente do Sincor-SP, onde plantou a semente do que é hoje o bem-sucedido projeto ?Cultura do Seguro?. Após a conquista da classe junto aos governantes, havia chegado a hora de conquistar o povo.
Naquele tempo, perguntar a um segurado quem era seu corretor e este responder o nome de um banco ou seguradora era comum. O papel do corretor não era reconhecido, muito menos valorizado. Reconhecendo este problema, o projeto ?Cultura do Seguro? levou palestras a escolas de todas as classes, acreditando que o trabalho deveria ser feito desde a base, conscientizando e informando o povo da importância do corretor e do seguro em geral.
O reconhecimento nacional do trabalho de Leôncio foi estabelecido quando em 1995, após apenas sete anos de vida política, Arruda assumiu a presidência da Fenacor, instituição máxima da classe sindical dos corretores de seguros, responsável por todo o Brasil.
Paralelamente, de 1997 a 2003, Leôncio também ocupou a presidência da Funenseg, Fundação Escola Nacional de Seguros, instituição responsável pela certificação dos corretores de seguros em todo o País.
Ainda em 2003, Leôncio foi convidado a presidir a WFII, World Federation of Insurance Intermediaries, levando para o mundo as ideias que já havia aplicado em sua terra natal.
Após praticamente uma década de constantes viagens e permanente trânsito, Leôncio volta à terra onde construiu sua carreira, assumindo mais uma vez a presidência do Sincor-SP. Desta vez, Arruda levantou a bandeira da responsabilidade social e cunhou o aposto de ?Agente do Bem-Estar Social? para todo corretor de seguros ativo, elevando ainda mais a importância desse profissional no mercado.

Já dizia Winston Churchill que ?Vivemos com o que recebemos, mas marcamos a vida com o que damos?. Nesse espírito, em 2001 abriram-se as portas do Centro de Convivência Joaquina Maria de Arruda, destinado a abrigar idosos sem condição financeira para viver a terceira idade com qualidade.
Fruto de uma promessa feita à sua avó, Joaquina Maria de Arruda, Leôncio se dispôs a proporcionar tratamento digno a idosos necessitados. Com uma estrutura poucas vezes vista no Brasil, o Centro de Convivência tem capacidade de abrigar até 80 idosos e conta com centro de fisioterapia, oficinas de terapia ocupacional, horta, quadra de bocha, entre outras facilidades.
Hoje ficamos marcados por uma triste notícia a perda do grande líder e corretor Leôncio Arruda um soldado que contribuiu muito para organização do setor de seguros.
São os sinceros sentimentos À FAMÍLIA DESSE GRANDE LÍDER.

SINCOPLAN-SINDICATO DOS CORRETORES DE PLANOS DE PLANOS DE SAÚDE!

DiscSaude/ViaCorp

É com muita tristeza que recebo esta noticia.Meus sentimentos a família!Rosa Antunes

Carregar mais

Deixe seu comentário Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.