fechar
Comentar
Publicado por Blog do Corretor

Kurtlewin Corretora de Seguros e minha breve experiência com o mercado de Brasília

Kurtlewin Corretora de Seguros e minha breve experiência com o mercado de Brasília


Minha viagem de dois dias ao Distrito Federal, quando acompanhei a Affix para cobertura de lançamento do produto Vittalis, conforme matéria já publicada aqui, permitiu, entre outras oportunidades, conhecer um pouco do pujante mercado de Brasília, até então desconhecido por este escriba.



O pouco a que tive acesso foi suficiente para me surpreender com a peculiaridade do mercado de planos de saúde do Planalto Central. Como em qualquer capital, Brasília tem o seu centro comercial e nele o quadrilátero onde se concentra o maior número de Corretoras.



De acordo com os meus anfitriões, tudo em Brasília é concentrado. Inclusive os consultórios médicos que funcionam em centros comerciais. Esta característica do brasiliense é um problema para as operadoras, pois os associados aproveitam a ida ao shopping para passar em um consultório ao lado e requisitar uma bateria de exames. Ir ao médico em Brasília é quase um lazer.



Não por acaso a comercialização do plano de saúde com coparticipação naquela cidade está em alta. Uma forma de as operadoras se protegerem, enquanto o valor da mensalidade cai de forma substancial e ainda inibe a ida do associado ao médico sem a devida necessidade.



No dia seguinte aos eventos, motivos pelos quais o Blog foi convidado, enquanto Regis e sua equipe prosseguia com sua agenda comercial, eu, agora com a agenda livre e com o voo que me traria de volta a São Paulo marcado para o fim da tarde, aceitei, de pronto, o convite do corretor Ângelo Rápido para uma visita à Kurtlewin, uma das maiores Corretora de Brasília onde o meu recém nomeado cicerone é um dos campeões de venda.



Na Kurtlewin fomos recebidos pelo gerente comercial Luiz Carlos Venâncio da Silva. Ou Luizinho, como é mais conhecido. Um homem de humor e conhecimento extraordinários. Luizinho está para a Kurtlewin, assim como Sérgio Cardoso esteve para a Barela na época de Marcio Mantovani. O fiel escudeiro de João Bessa, fundador da Kurtlewin, conhece tudo de plano de saúde. E está sempre sorrindo.



Estruturada em 14 salas distribuídas em um complexo comercial movimentadíssimo, a Corretora de João Bessa se impõe no mercado local como uma gigante da área. “Somos a maior operação do Centro Oeste, atuando em duas frentes com duas empresas: a Oportunity atua basicamente no segmento adesão e a Kurtlewin no segmento empresarial”, ressaltou Luizinho.



Qualicorp

Indaguei especificamente a respeito das vendas dos produtos Qualicorp, cuja estrutura onde está localizada a administradora, tive a oportunidade de conhecer, à distância, graças ao corretor Ângelo que apontou para o prédio enquanto nos dirigíamos à Kurtlewin. “A Qualicorp estabeleceu uma meta de 60 a 100 vidas para os pequenos produtores. Aqueles que não alcançam esta meta, e não são poucos, acabam entregando nas grandes plataformas. Contamos hoje com 772 pequenos corretores, fora os nossos colaboradores fixos”, respondeu Luizinho.



Nossa visita à Kurtlewin atingiu o seu ponto máximo com a chegada de João Bessa. Uma figura extraordinária.



Portador de uma energia contagiante, Bessa é um homem que impressiona à primeira vista. As paredes de sua sala lembram o espaço de uma exposição fotográfica. Em cada quadro, uma imagem registra um grande momento na trajetória de Bessa, conhecido, entre outros talentos, pela extraordinária habilidade nas relações comerciais. Viagens, homenagens, prêmios, festas, amigos... Tudo está orgulhosamente registrado e exposto como troféus.



O fundador da Kurtlewin Corretora de Seguros - homenagem ao psicólogo alemão Kurt Lewin autor da teoria do campo psicológico em que afirma que as variações individuais do comportamento humano com relação à norma são condicionadas pela tensão entre as percepções que o indivíduo tem de si mesmo e pelo ambiente psicológico em que se insere – sentiu-se honrado com a visita do Blog do Corretor e tratou de estabelecer conexões, me colocando em contato pelo telefone com uma das gestoras da Qualicorp. “Sou uma divulgadora do Blog do Corretor aqui em Brasília”, confessou-me Celva.



Bessa foi além e telefonou para Leonardo Araújo, diretor comercial da Amil em Brasília. Leo, como também é conhecido, revelou-se um mestre do comercial. E um leitor do Blog.



Após um tour pela Corretora, João Bessa pediu para que eu dispensasse a Uber que estava à minha disposição pela Affix, e solicitou a Ângelo Rapido, o meu cicerone, que me levasse até o aeroporto.



Fiquei encantado com a capital do Brasil.



E com uma vontade danada de voltar.



Veja mais imagens na Galeria de Fotos


Leia também

9 comentários
Comentar
Ana Beatriz Machado

Uma prazerosa leitura, parabéns ao empreendedorismo do sr. João Bessa pelo que foi demonstrado na matéria.

Mirela Guimarães

Lindo relato de uma viagem profissional. Amei.
Muito bom também conhecer um pouco sobre o mercado de Brasília.
Parabéns....

Carioca da Gema

Blog do Corretor, venha para o Rio fazer uma visita dessa na minha corretora. Vocês precisam divulgar no nosso mercado também. Vejo muito pouca matéria sobre o Rio. Tá nos devendo essa, em?
Abraço,
Carioca

Anônimo

(COMENTÁRIO REMOVIDO)

Marcio Gomes

Parabens Joao ! Voce merece a homenagem!

O texto abaixo ficou bem interessante, (CONTEÚDO MODERADO)

Bessa foi além e telefonou para Leonardo Araújo, diretor comercial da Amil em Brasília. Leo, como também é conhecido, revelou-se um mestre do comercial. E um leitor do Blog.

Anônimo

Kurtle¨%¨&*&&¨$$¨ uque...

https://www.youtube.com/watch?v=DgqOEsX74T0

Zé Kri Kri

'Qualicorp, cuja estrutura onde está localizada a administradora, tive a oportunidade de conhecer, à distância, graças ao corretor Ângelo que apontou para o prédio enquanto nos dirigíamos à Kurtlewin'.

Não era o caso de terem convidado o blogueiro para um cafezinho? Teve de ver só assim a distância?
Sô Kri Kri má num sô bobo

Urtigão

'tive a oportunidade de conhecer, à distância, graças ao corretor Ângelo que apontou para o prédio enquanto nos dirigíamos à Kurtlewin'.

Gente, só de longe o blogueiro viu a Qualicorp? Nem um convite pra um café? kkkkkkkkk

Hubble

Apaixonante a leitura de tua experiência em Brasília, blogueiro. Bom saber que o produto com coparticipação está sendo bem aceito por lá. É hora de fazer isso por aqui também. Parabéns.

Carregar mais

Deixe seu comentário Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.