fechar
Comentar
Publicado por Emmanuel Ramos de Castro

Minuto Coaching




Claudia Diás durante lançamento do seu 1º livro na Livraria Cultura



Por Claudia Diás .



Por qual motivo valeu a pena viver o ano de 2013?



Mais um final do ano se aproxima e o momento é propício para aquele balanço que todos nós fazemos, mesmo que mentalmente em nossas vidas.



É como se passássemos a régua e dividíssemos a vida em dois momentos, o ano que esta finalizando e aquele que se inicia.



Muita gente por aí rezando, para que o 2013 vá embora ,como se com ele fossem embora os nossos problemas. Há também a ansiedade para o novo ano, pois ele traz consigo a expectativas de uma nova vida, novas possibilidade, novas perspectivas. Mas, a história se repete todos os anos não é mesmo?



Ultimamente muitos de nós vivemos a vida assim, rezando para que algo que não programaram vá embora de suas vidas, e esperando ansiosamente para que venha algo que nem se quer imaginam o que é, mas que certamente será melhor, pois isto já está decretado por nós, pela nossa quase que ignorância mental, concorda?



Será que vocês conhecem alguém (intimamente falando) que tem este comportamento?



Mas o sábio Albert Einstein já dizia que ?Não há nada que seja maior evidência de insanidade do que fazer a mesma coisa dia após dia e esperar resultados diferentes.?



Por isso, queridos leitores, eu os convido há uma reflexão diferente neste final de ano: que tal fazer as perguntas certas, aquelas que nos dão as respostas que precisamos, que tal avaliar o cenário corretamente, ao invés de rezar para que o ano vá embora e um novo ano não programado se inicie?



Vamos fazer um balanço real que significa, analisar os prós, o que foi positivo, o que eu fiz diferente, e como eu afetei positivamente minha vida com minhas escolhas. E lembre-se que não escolher nada já é por si só uma escolha.



Vamos analisar o que foi e o que não foi bom, quais foram os desafios vividos e como transformá-los em oportunidade de aprendizado e crescimento, ou até mesmo, como ter atitudes diferentes para que estes desafios não o (a) acompanhem no próximo ano.



Proponho a todos uma reflexão diferenciada, uma reflexão mais consciente, sabemos que é uma proposta meio diferente, já que a maioria das pessoas estão hoje no mundo vivendo pelo lema do maravilhoso Zeca Pagodinho ?Deixe a vida me levar ,vida leva eu?



Mas eu proponho este desafio para um balanço final diferente, uma conversa sua com você mesmo(a) ,aquela de qual você não pode e nem deve fugir, se questione e responda as  questões.



Primeira Etapa da Reflexão:



Quais foram os três grandes momentos de minha vida em 2013?



Quais foram as minhas três maiores conquistas em 2013?



Quais foram os meus três momentos mais desafiadores de 2013?



Se eu pudesse voltar no tempo, o que teria feito diferente nas questões acima? Quais comportamentos eu teria evitado? Quais comportamentos eu deveria ter tido diferente? Quais ações eu teria que ter realizado?



Segunda etapa da reflexão:



Agora vamos ter um momento de gratidão, aquele que nos esquecemos quase sempre em nossas vidas.



Costumamos ficar presos ao que não conseguimos e na maioria das vezes, esquecemos de agradecer o que conquistamos, o que nos deu alegria, as boas experiências, então eu espero que você, com a pergunta abaixo, propicie este momento único a você.



Por quais motivos e experiências eu sou grato(a) em 2013?



E na terceira e última etapa:



E para começar 2014 seja no mínimo diferente; não permita que o acaso e as circunstâncias o conduza. Sugiro que você seja mais consciente e faça um planejamento de como quer que seu novo ano seja. Assim você conseguirá direcionar seu foco para algumas ações que foram programadas por você.



Relacione três objetivos concretos para 2014.



Relacione seis atividades que você precisa realizar para conquistar estes três objetivos em 2014.



Diga-me, porque valeu a pena ler este texto e fazer esta reflexão.



Um grande abraço,uma ótima semana e até a próxima semana com mais um ?Minuto Coaching?



Claudia Diás - é Corretora de Seguros, Personal Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching, Business & Executive Coaching e Professional e Self Coach e Analista Comportamental, pelo IBC - Instituto Brasileiro de Coaching. Certificada nacionalmente pela Sociedade Brasileira de Coaching e pelo IBC - Instituto Brasileiro de Coaching, escritora e coautora do livro Consultoria Empresarial (Editora Ser Mais) e idealizadora do Programa PEC - Programa de Educação Comportamental, com foco em profissionais do mercado de planos de saúde e seguros e escreve às terças-feiras no Blog do Corretor. http://www.claudiadiasconsultoria.com.br/


Leia também

6 comentários
Comentar
Alessandro Santos

Parabens Claudia, que vc lance seu proprio livro e me chame para o Lançamento.

Chico Bento

Parabéns Claudia Diás, excelente trabalho.

Abs.,

Chico Bento

Maria Aparecida

Muito bom !!!!

Verinha

Amei o texto de hoje.

Luiz T. Silva

Muito boa leitura. Estou até agora me fazendo perguntas. Parabéns.

Sr. Blogueiro, feche os olhos pra o inimigo e siga o seu trabalho tão importante pra nós desse mercado. Me refiro ao comentario maldoso de um leitor sem noção.

Parabens, eu não consigo mais trabalhar sem acessar o blog.
Valeu.

EJ

PARABÉNS

SEMPRE FICO MUITO FELIZ QUANDO ME DEPARO COM PERSONAS COM INTELECTO. LEIO SUAS CRÔNICAS E APRECIO O ESPAÇO QUE O BLOGUEIRO LHE CONCEDE.

ESTOU PREPARANDO UM MATERIAL, VOLTADO A TREINAMENTOS E CAPACITAÇÃO NO NOSSO MERCADO E FICARIA LISONJEADO COM UM PREFÁCIO SEU. SÓ NÃO SEI COMO LOCALIZÁ-LA OU CONTATÁ-LA, PORTANTO SE POSSÍVEL GOSTARIA DE SABER COMO POSSO FAZÊ-LO.

SUCESSO SEMPRE!

.
RESPOSTA
Claudia Diás pode ser encontrada no seu site:
http://www.claudiadiasconsultoria.com.br/

Carregar mais

Deixe seu comentário Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.