fechar
Comentar
Publicado por Blog do Corretor

Receita exclui 1,4 milhão de CNPJs de microempreendedores irregulares

Receita exclui 1,4 milhão de CNPJs de microempreendedores irregulares


Os microempreendedores foram intimados e tiveram até 26 de janeiro para regularizar situação



Por Agência Brasil



Contribuintes que não regularizaram a situação junto à Receita Federal tiveram o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) excluído. Ao todo, foi dada baixa em 1.372.246 CNPJs de microempreendedores individuais, de acordo com o órgão. A lista com os CNPJs está disponível na internet. Os microempreendedores foram intimados pela Receita e tiveram até 26 de janeiro para regularizar a situação.



Cerca de 1,4 milhão estavam irregulares no final do mês passado, o que equivale a 18,9% dos 7,574 milhões de CNPJ inscritos na modalidade. Eles não pagaram os impostos nos últimos três anos e estavam com as declarações anuais do Simples Nacional em atraso.



Eles tiveram prazo para pagar os tributos devidos à Receita Federal ou aderir ao parcelamento dos débitos em até 60 meses (cinco anos). A maioria, no entanto, continuou irregular.



Regime especial de tributação instituído em 2011, o MEI permite o pagamento simplificado de tributos por profissionais autônomos que faturem até R$ 81 mil por ano e contratem, no máximo um empregado.



Nesse programa, o profissional recolhe mensalmente 5% de contribuição ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), mais R$ 5 de Imposto Sobre Serviços (ISS), no caso de prestadores de serviço, ou R1 de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, no caso de atividades ligadas ao comércio e à indústria. O carnê é emitido por meio do Portal do Empreendedor.


Leia também

5 comentários
Comentar
ESPETACULAR

É isso aí Zé Pilintra.... Transfomando problemas em oportunidades.... BOAS VENDAS....

Zé Pilintra

Bora vender Pessoa Física e Adesão pra esse povo!!?

ESPETACULAR

Que beleza heim!!!!!! 1,4 milhão de clientes em potencial.... Grande oportunidade para vendedores honestos irem até esses clientes e reverterem regularizando toda a operação e aproveitando para mudar de operadora e assim fidelizar o cliente. Vejam como oportunidade e não como um problema. O problema deixem nas mãos dos maus vendedores que fizerem a falcatrua como também nas mãos das operadoras e seguradoras que aceitaram e incentivaram tal prática. BOAS VENDAS....

Zé Kri Kri

Quem furunfô, furunfô, quem num furunfô, num furunfa mais.
Sô Kri Kri, má num sô bobo

Conde de Montesquieu

Bingo!

Agora vamos ver no que isso vai dar.
Acho que a onça vai beber água.

Carregar mais

Deixe seu comentário Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.