fechar
Comentar
Publicado por Emmanuel Ramos de Castro

Sob o Signo de Câncer


                               Nice Albuquerque - corretora, advogada, mãe, esposa, amiga...


.
Sempre cruzava com ela pelos corredores da Corretora onde trabalhávamos, mas não nos cumprimentávamos. Nenhum gesto meu ou dela aconteceu, para que fosse motivo de alguma aproximação.

Na minha avaliação - para não dizer julgamento - ela tinha uma expressão de amargura, de sofrimento, mas eu não entendia o poquê que a achava antipática, ao mesmo tempo em que penso que ela sentia o mesmo em relação a mim.  


Mas o mundo gira(!)


O destino acabou juntando nós dois numa sala de treinamento onde participávamos de palestras oferecidas pela Corretora a um grupo de profissionais selecionados.


Naquele dia, em que era dada a oportunidade para cada um falar sobre si, chegou a vez dela, que começou a falar diante de todos e da minha perplexidade.


 Estaria ela falando dela mesma ou era sobre mim?


Senti que estava sendo protagonista da teoria junguiana a qual afirma que o indivíduo, quando identifica um defeito no outro, está, na verdade, identificando o seu próprio defeito refletido.


A partir de então, comecei a nutrir uma simpatia por ela que, apesar de estranho, eu entendia em silêncio o porquê daquela mudança.


O tempo passou e nos separou ainda mais. Agora, quase não nos encontrávamos.


Veio o Facebook e o mundo virtual nos reaproximou.


Um dia ela me mandou uma mensagem, que me deixou abalado e reflexivo.


Internada para tratamento de um AVC, os médicos avançaram nos exames e encontraram uma área nebulosa na sua massa encefálica.


Desde então, Nice Albuquerque, que, além de corretora, mãe e esposa, fora, também aprovada no exame da OAB, passa a lutar consigo mesma num esforço hercúleo para entender a vida. Em particular, a sua própria.


Nesta última semana recebi a seguinte mensagem da Nice no meu fecebook:


?Oi Manu. Estou internada. Minha cirurgia será amanha cedo, você pediu pra te dá noticiais...to apavorada....tem tanta coisa que não entendo...?


Respondi com uma mensagem carregada de um poderoso otimismo e passei a mentalizar as melhores vibrações, não exatamente pela sua recuperação, mas pelo fortalecimento do seu espírito e da sua carne no enfrentamento com aquela inevitável e enriquecedora experiência.


Nice me respondeu:


?Muito, muito obrigada Manu!...nunca questionei o porque de tudo isso...achava que tudo estava certo...vc acredita"?


 Foi a última mensagem da Nice para mim. Pelo menos nesta dimensão.


No dia da operação, recebi o telefonema de um amigo que me informava o fracasso da cirurgia durante a qual fora diagnosticada a ?morte cerebral? da nossa inesquecível amiga.


Ontem, sexta-feira, (15), às 16h40m, o corpo da nossa colega Nice Albuquerque, desceu à mansão dos mortos na Vila Alpina.


O mesmo lugar para onde eu, você e eles, iremos todos.


Resta saber, qual será a última mensagem que deixaremos para os que ficam. Se um agradecimento, como o que Nice deixou para mim, ou um pedido de perdão por algum mal que tenhamos feito ao próximo.


E o câncer - seja nos outros, seja em nós mesmos - tem essa função. Só é preciso que tenhamos a capacidade de entender.


Nós também agradecemos a você, Nice!

Esteja certa de que ?qualquer dia, amiga, a gente vai se encontrar?.

 Emmanuel Ramos de Castro


Homenagem do Blog do Corretor à corretora Nice Albuquerque

Leia também

11 comentários
Comentar
Anônimo

Hoje, 13/07/2013, quando entrei no face pra parabenizar uma colega de faculdade que admirei muito, me deparei com a notícia...chegamos a nos encontrar pelos caminhos do forúm e trocamos nossos cartões...só hoje, que seria o aniversário de 43 primaveras, me deparo com essa notícia. Faço uma oração e tenho certeza que aquela mulher lutadora, certamente está num belo lugar...Nice, minha amiga de EAJ, certamente na outra dimensão vc está fazendo a diferença. Muita saudade!

Adrilene

Manu convivi com a Nice nesses ultimos 5 anos e 6 meses e tive a oportunidade de passar muitos momentos com ela. Tive a oportunidade de ver que algumas coisas que achamos que não existe ou sofrimentos que só existe nos filmes. Com muitas vitorias no fim da historia. A Nice foi uma grande protagonista de um super filme onde existiu o abandono das pessoas que teoricamente nos "amam sem interresse" abandonada pela mãe aos 13 anos teve que ajudar a sustentar 10 irmaos e por muitas vezes a necessidade financeira chegou. Independente deste momento dificil ela tinha um sonho de ter uma familia filhos e assim fez. Um relacionamento onde as filhas nao lembra de a ver feliz. Depois de anos de casada e com uma casa que muitos passaram a vida e nao teram ela conquistou mais largou tudo para ser FELIZ com as filhas e com o proposito de sempre fazer um o melhor pelas meninas decidiu realizar um sonho a faculdade de direito. Depois as duas filhas e depois de um divorcio. Juntou todas as forças para comessar a faculdade mais acontecer precisou juntar a renda dela mais 2 irmãos para juntos conseguir aprovação do financiamento do FIES. Para ir para faculdade e ter dinheiro de condução ela deixava de almoçar...entre outras coisas. Mais que vencedora terminou a faculdade comprou seu apartamento num bom lugar para criar suas filhas e se realizar. Conquistou a OAB se realizou de muitas formas mas as marcas da vida ficam... e naquele olhar que todos intendiao como indiferença tinha uma mulher forte porem carente de amores verdadeiros sinceros.... Ela foi pra mim mais que um exemplo. Um vitoriosa.

Voce e eu tambem podemos ter essa força ter tambem nossas conquistas e vitorias para isso precisamos acreditar em Deus pois só ele pode estar ao nosso lado em qualquer lugar em qualquer hora.


MEU COMENTÁRIO
Fiquei emocionado com o seu arrazoado, Adrilene. Aliás, fico emocionado, sempre que falamos da Nice. Ela passou tão rápido na minha vida...
Não necessariamente pelo tempo, que passou rapidíssimo, mas pelos momentos que eu pude estar com ela e não estive. Pela compreensão que deveria ter tido e não tive...
Nice nos deixou mais esta lição: a de que devemos vivier intensamente as amizades. Elas podem desaparecer de repente e aí a gente fica com tanta coisa entalada na garganta...
Como disse Manuel Bandeira em seu poema Peneumotórax:
"Tudo o que poderia ter sido e não foi".
Obrigado pela sua participação.
Um abraço
Manu

César Vallillo

Querida amiga esteja onde estiver estaremos sempre juntos ligados pela alma para algum dia nos encotrarmos de novo......vai em paz....

Marcia Cardim

Querida Nice!!!!
Tenha a exata certeza que o céu ganhou mais um anjo.
Aqui na terra o que nos resta somente saudades, de umas mulheres mais guerreira que já conheci.
Fique com Deus

Para o anônimo

Filosofia a essa hora?

Anônimo

COMENTÁRIO REMOVIDO

Anônimo

Refletindo...

É incrível como somos capazes de pré-julgar as pessoas, de adotar pré-conceitos, especialmente quando nos deparamos com o desconhecido, com aquilo sobre o qual não temos qualquer alcance ou poder.

Isso acontece todo dia em nossa vida pessoal e profissional, especialmente quando julgamos pessoas que estão absolutamente quietas e felizes em seus mundos.

Será nossa inveja, será nossa mania de querer controlar tudo ?

Eu não sei, só sei que a cada dia, eu cada vez mais nada sei.

Anonimo

A Nice tinha mesmo um geito triste as vezes até mal humorado. Mais era uma pessoa muito legal. Que esteja com Deus...

Vânia

Ai, Manu, você, como sempre, emotivo e sincero. Adorei a homenagem!
Bijos,
Vânia

Antônio

Foi tão bonita a homenagem quanto a sinceridade do autor do texto, que expôs as suas fraquezas, pelo que entendi. Viu os defeitos dele espelhado no outro. Então isso é sinceridade. Parabéns, bela homenagem!!!

CORRETOR DE SUCESSO

Somos todos visitantes deste tempo, deste lugar. Estamos só de passagem. O nosso objectivo é observar, crescer, amar... E depois vamos para casa."
Provérbio aborígene
FICA COM DEUS!!!!!!!!!!!!!!!1

Carregar mais

Deixe seu comentário Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.