fechar
Comentar
Publicado por Emmanuel Ramos de Castro

Hoje Ela é Gay


.



Contrapondo-se ao cinzento domingo de inverno paulistano, hoje, excepcionalmente, a mais Paulista das Avenidas reflete o brilho das cores diversas.
.
As cores que, mesmo diferentes, fazem parte do todo.
.
Muito bem simbolizadas pelo Arco-íris que, como fenômeno da Natureza, revela-se de várias cores,  estando todas elas contidas numa única cor: a cor branca.
.
Você sabia disso?

.
Então, vamos comemorar a nossa juventude eterna, pois o espírito não convive com o tempo.

.
O espírito é o tempo!
.

[Neste vídeo, os dançarinos que fazem uma performance para o clip da banda Coldplay, revelam a co-existência do tempo com o espírito. Ele com 25 anos e ela, uma jovem de 84 anos de idade.]


.


httpv://www.youtube.com/watch?v=1Tp0r9197uo&feature=share
.


O Perigo são os  porta-vozes de Deus

Por: Chico Vargas (Folha de São Paulo)
.
O perigo não está nas ruas, nos milhões de arregimentados da Marcha para Cristo, nem nas passeatas contra o aborto de anencéfalos ou a interrupção da gravidez que resulte de estupro. Tampouco está nos movimentos pela proibição das pesquisas com células tronco que, só porque o STF decidiu, foi adiante e têm devolvido luz a cegos e vida plena a aleijados. A ameaça mora nos porta-vozes.

Quando o juiz Jeronymo Villas Boas subjugou um cartório de Goiânia para anular a união civil de um casal gay não o fez porque nela visse ofensa ao Direito, ainda que mais tarde buscasse essa escora. ?Deus me incomodou, como que me impingiu a decidir?, justificou. É isso, o juiz e pastor Villas Boas ouviu a Ordem e desprezou a leitura da mais alta Corte do país sobre o assunto.

Sorte dele que já não se queimam nas fogueiras os que ouvem vozes. A Igreja ao longo de séculos mandou às chamas esquizofrênicos, revolucionários, sábios ou quem quer que lhe questionasse os dogmas. Hoje o juiz pode dar ouvidos ao que quiser, inclusive ao que ofende o direito.

Quando se vive nas democracias, pode-se praticamente tudo. Da insanidade de se anunciar interlocutor privilegiado do Todo-Poderoso à liberdade de apedrejar a própria democracia. Mas, o império da lei não parece ser o objetivo fundamental de personagens como Villas Boas. Por isso, talvez, em lugar de defender suas teses prefiram proibir a discussão de ideias que as contrariem.

Como não há convivência possível entre liberdade e treva, nada mais razoável do que o STF ter batido o martelo na direção da luz. Não por isso, no entanto, gays estão obrigados a firmar contratos de união. Mas, se desejarem, são livres para fazê-lo. Liberdade é a palavra.

Vai ver foi essa a novidade que produziu tanto barulho nas igrejas e bancadas religiosas da política. Olhada de perto a decisão apenas reflete o que só não se sabia no Congresso. Os contratos entre pessoas do mesmo sexo multiplicam-se pelo país há bem uma década, tempo em que esses aglomerados políticos (religiosos?) empenharam-se apenas pelos intere$$es de suas igrejas. Deram ouvidos à voz errada. A das ruas ecoou no Supremo.

Daí por que, pouco se aproveita do que dizem os políticos. Como o senador Magno Malta (PR), por exemplo, segundo o qual ?o verdadeiro Supremo é Deus?. Ativista de nobre campanha contra os imbecis que molestam crianças, Malta produziu com a frase uma sandice. Deus pode ser a suprema expressão da crença de quantos Nele têm fé, mas não das leis que regulam a organização social do país.

Se em lugar de mandá-la às favas, os legisladores respeitassem a distância entre estado laico e crença religiosa, talvez tivessem evitado o constrangimento de receber como companhia a bispa Sônia Hernandes, da igreja Renascer em Cristo. ?Meu Deus é dono do ouro e da prata. Enquanto meu Deus age, ninguém pode impedir?, profetizou ela à Folha de S. Paulo, durante a Marcha para Jesus.

Se é assim, para que Deus ela levava as bíblias recheadas de dólares, quando desembarcou há três anos nos Estados Unidos, foi presa, julgada e condenada? Passou um ano no xilindró e não há registro de que, em algum momento de sua defesa, tenha alegado que a fortuna pertencia ao Pai Celestial. Só por isso a democracia já vale a pena. Permite que personagens de variada estirpe não apenas andem juntas, como digam as idiotices que lhes vierem à cabeça. Só não podem ficar sem vigilância constante.

Leia também

12 comentários
Comentar
João Franco

Corretor de sucesso, com estas palavras vc é um cara bem articulado, me parece tem uma tendencia para o PT, e me parece tb uma ligação muito forte com o apresentador do Segura Brasil, estou no caminho certo??

Abs

Anônimo

Um primor esse texto.
Parabéns.

Anônimo

é VERdade, tem muito heterossexual que não vale metade de um gay.

P Free
suzitube.com

BLOG DO CORRETOR
Seu comentário foi removido por não conter linguagem adequada.
Esperamos contar com a sua participação em outra oportunidade.
Moderador

CORRETOR DE SUCESSO

A prática da homossexualidade não transforma o ser em pessoa abominável. Conhecemos homossexuais que se distinguem pela inteligência apurada, pela cultura aprimorada, pela educação exemplar, pela fraternidade cristã e, principalmente, pelo caráter reto. Conhecemos, também, heterossexuais que mais parecem uma gruta vazia e sombria. Grande e florida por fora, por dentro, um deserto de qualidades

Pai Zuzé

E pelo jeito vamo conviver com esses fanáticos por muito tempo. A coisa está ficando feia. tem crente por tudo qto é lado. Parece mais uma epidemia. Só falta eles se enrolarem num bomba e se explodir no meio das passeatas, dentros dos bares gays, etc, etc. etc...está sendo criado um taliban no brasil.

Anônimo

Hummmmmmmm boila.

Fred Mercury

Makidiabos. deixa o cara, meu.
Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é, ora!!!!!!

Anônimo

Mais que diabo, meu gerente escorrega no quiabo. eheheh

Rique Martim

na minha corretora mesmo tem mais de um.

Última Hora

Tem muito corretor gay, sabia? Se vocês forem fazer a cobertura da passiata vão encontrar muitos pastinhas (ou seria pestinhas) por lá kkkkkkkkkkk

Atormentada

Caramba, que profundo. Mais eu confesso que eu num entendi muito não.
Mais achei bonito. e acho que o blog pelo que deixou claro, apoia o movimento. Se for assim eu dou os parabens ao blog. Também apoio.

Carregar mais

Deixe seu comentário Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.