fechar
Comentar
Publicado por Emmanuel Ramos de Castro

Páscoa, a necessária transformação de cada um




 


Nós, cristãos, deveríamos comemorar a Páscoa todos os dias da existência, a se traduzir no esforço perene de vivenciar a mensagem do Mestre Jesus, estando cientes de que, um dia, poderemos também testemunhar esta certeza do inesquecível apóstolo dos gentios: ?Fui crucificado junto com Cristo. Já não sou eu quem vivo, mas é Cristo que vive em mim. Minha vida presente na carne, vivo-a no corpo, vivo-a pela fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou a si mesmo por mim?. (Gálatas 2.20)[6]

 


Portanto, "salvação" não é ganhar o reino dos céus; não é o encontro com o paraíso após a morte; salvação é "libertação" de compromisso; é regularização de débitos. E, fora da prática do amor (fraternidade) de uns para com os outros, não seremos salvos das complicações criadas por nós mesmos, através de brigas, violências, explorações, desequilíbrios, frustrações e muitos outros problemas que fazem a nossa infelicidade.

Leia também

0 comentários
Comentar
Carregar mais

Deixe seu comentário Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.