A Festa da Qualicorp

agenciaweber

agenciaweber

A Dupla Zezé de Camargo e Luciano

O céu se fechou e uma chuva indesejada, para aquela tarde de terça-feira, 14, insistia em cair sobre a ansiedade dos convidados que se dirigiam ao local onde a Qualicorp realizaria sua grande festa de fim de ano.

No ano passado uma fina chuva também marcou presença. Quem não lembra?

Neste ano, porém, o Citibank Hall, dotado de infra-estrutura para grandes espetáculos, não permitiu que nenhum contratempo deixasse os convidados ao relento.

Além da facilidade de estacionar, as filas para entrada, desta vez, cuidadosamente separadas por categorias (gerentes, administrativo e corretores), eram também identificadas por ordem alfabética.

O amplo saguão permitia a conversa ao pé do ouvido entre os corretores que se [re]encontravam, e até mesmo com alguns dos organizadores da festa que se desdobravam para dar atenção a tantos parceiros.

Até então estava valendo o espectro que fora criado em torno dessa tão esperada comemoração.

Lá dentro, numa atmosfera de espetáculo que pairava no ar, um raio laser projetava a razão social de algumas Corretoras. Não era simples, mas também não havia suntuosidade.

Nenhuma corretora apareceu vestida em casaco de vison, nem portando bolsa Louis Vuitton, tampouco vestindo Victor Valentim. Parecia tudo na medida certa.

Mas faltava o principal: a festa propriamente dita.

E esta começou exatamente às 20h03m com o “boa noite” de uma princesa que surgiu no palco, dentro de um vestido dourado que mais parecia ter saído de um conto de fadas.

Este ignorante blogueiro, designado para cobrir o evento, até então, não sabia que a moça é apresentadora de um programa de esportes na Band e que não senta à mesa com Jorge Kajuru.

Renata Fan

Pena que Renata Fan exagerou no seu papel e comprometeu o seu brilho que era maior do que o do seu vestido, diga-se de passagem. Mas disso, falaremos mais tarde.

Não posso negar que, desta vez, parece que os organizadores criaram um roteiro, uma direção, pois as coisas funcionavam com certa sincronicidade. Renata Fan, já que não tinha muito o que dizer (sua forma supera o seu conteúdo), logo chamou o diretor comercial Leonardo Guerreiro, que, sob aplausos, subiu ao palco.

O guerreiro Leonardo agradeceu a presença de todos e começo enunciando os motivos daquela festa:

-Qualicorp agora com três milhões de usuários;

-Contrato com 162 entidades de classes;

-Premiações da Campanha Adesão Premiada;

-Lançamento da Campanha 2011

Leonardo Guerreiro, Sorteada e Paulo Vidal

REINALDO POLITO
Como tudo estava diferente naquela festa, Leonardo não foi exceção. O diretor comercial estava com jeito de quem fez curso de oratória. Objetivo, sucinto e com boa postura, dividiu o palco, de forma harmoniosa, com José Carlos, João Drumond e Paulo Vidal. Além, é claro, da Renata Fan.

Inquieto, cheio de energia e com seus olhos brilhantes, o mais guerreiro dos Leonardos enfatizou a importância do corretor para a Qualicorp. Declarou reiteradas vezes que o corretor era o responsável pelo crescimento e pelo sucesso, segundo ele,  da maior administradora de planos por adesão.

Leonardo Guerreiro, José Carlos e Renata Fan

A CRÍTICA DA RAZÃO PURA

É nosso dever, portanto, reconhecer agora que houve uma considerável evolução na organização, na realização e no comando da festa da Qualicorp, se comparada com a do ano passado. A começar pela escolha do local.

Certamente alguns corretores, do tipo: não vi e não gostei, sairão falando mal, porque, para esses, a questão não é de análise, mas de levar para o lado pessoal. E este não é o caso do Blog do Corretor, que se limita fazer uma análise o mais imparcial possível, no que pese a possibilidade de cometer deslizes.

Foi evidente a preocupação da organização em apresentar um programa dinâmico, coeso e com o mínimo de erros. E isso é muito bom. Valoriza o corretor; ele entende que aquilo foi feito pensando nele e recebe como um presente.

Saímos em campo e, disfarçados, fizemos a nossa pesquisa particular indagando “desinteressadamente”: – O que você achou da festa da Qualicorp? A absoluta maioria das respostas foi positiva.

José Carlos (Qualicorp), Miquéias (Cia de Vidas), Renata Fan (Celebridade), Márcia Cardin (Zios) e João Drumond (Qualicorp)

O GUAPO
Dividindo o palco com os demais, Paulo Vidal, desta vez, mostrou-se um pouco tenso no início, mas depois decolou e fez jus a sua fama de guapo apresentando a Campanha 2011. Talvez o brilho da Fan o tenha desconcertado. Ou quem sabe outra fã que estava na plateia. Sabe-se lá(!)

JOSÉ CARLOS
O Zé, como é carinhosamente chamado pelos corretores, se desdobrava para dar atenção a todos, antes mesmo de a festa começar. Percebemos, também, no mais popular dos gestores, uma quase exagerada preocupação em buscar a perfeição daquele evento e de revelar sua gratidão.

JOÃO DRUMOND
O Blog precisa se aproximar desse rapaz para conhecê-lo melhor. Só sabemos que é discreto, tímido e tem boa reputação.

João Drumond, Miquéias, Renata Fan, Márcia e Asssistente de Palco


SHOW DE PRÊMIOS
Os vários sorteios ocorreram de forma transparente e havia um cuidado em não cansar o público com a longa espera até o sorteado chegar ao palco. Para não causar um vácuo, esse tempo foi preenchido com a irresistível música da rainha do POP, Madonna.

Sorteados com um Netbooks:

– Ari Martins Cardoso

– Antenor Ruter

– Maria L. Alves

– Rosângela de Fátima

– Marco Antônio de Souza

– Jorge Marciel

A viagem de 10 mil Reais:

– Geni Domingues

– Elaine Aparecida Pinto

– Nelson César Ferreira

– Alfredo Rosseli

– Cláudia Soares

A TV LED (Para supervisores)

– Solange Pardini – esta levou intermináveis minutos até chegar ao palco. Ainda bem que Madonna estava lá.

OPS!
O cuidado da organização em agilizar o sorteio, deixou escapar a que Corretora pertencia o sorteado.

Renata Fan, Solange Pardini (sorteada) e José Carlos

O CÚMULO DA FALSIDADE
No momento em que um dos apresentadores sorteou uma viagem no valor de 15 mil Reais, Renata Fan arrancou sorrisos do público, quando interveio e, numa cena que deixaria Jorge Kajuru sem o outro olho, declarou que ia pedir demissão da Band para trabalhar na Qualicorp. Provavelmente como corretora. Pode?

PONTO AUTO
E o ponto alto da festa foi o sorteio dos três autos (espero que tenham entendido o trocadilho).

1º) JOSÉ MIQUÉIAS
Esse corretor pertence a uma equipe da Corretora Cia de Vidas. Tem apenas 20 anos e estava economizando para comprar o seu primeiro automóvel. Jovem, honesto, dedicado, não dá trabalho na Corretora em que trabalha e vende bem. O Universo atendeu ao seu desejo. Até mesmo o de um dia abraçar Renata Fan. Miquéias envolver com o braço a cintura da Fan e quase não largou.

O Blog do Corretor ficou muito satisfeito com a merecida premiação.

Parabéns, Miquéias!

Miquéias abraçando Renata Fan

2º) MÁRCIA SANTOS CARDIM
Pertencente ao quadro de corretores da Zios Consultoria, Márcia é daquelas pessoas de constante bom humor e essa alegria atraiu para ela o prêmio, claro. E merecidamente. Não à toa, Márcia estava em êxtase. Grávida, Márcia correu o risco de o bebê nascer antes do tempo. Congratulações, Márcia!

A felizarda Márcia Cardim posa ao lado do prêmio, com a chave maior do que ela.

3º) E=mc2
Este foi o mico da noite.
A julgar pelo que fomos informados a respeito do premiado, o Universo teria, então, errado nos cálculos.
Paciência. “A razão tem razão que a própria razão desconhece”.
Seja como for, está nas mãos da Qualicorp a decisão que pode ser de inteira justiça. Ou não(!)

OS DRINKS
Às 20h23m, Leonardo Guerreiro, atendendo ao inconsciente coletivo, liberou a bebida.
Havia uma fartura de drinks fortes, vodca, caipirinhas, wiskyes… e cerveja em lata da marca Itaipava. Pena que era servida pelos garçons em copinhos de plástico. Metade cerveja e metade espuma. Mas era tudo muito farto e os garçons muito bem preparados para servir.

FOME ZERO
Escondidinho de file mignon foi servido à la vonté. Eu não provei porque não sou consumidor de carne animal. Mas, segundo os que apreciam, estava delicioso.

OS DOIS FILHOS DE FRANCISCO
Finalmente às 21h42m chegava ao fim o show da Qualicorp e tinha início o outro show, o da dupla que, graças ao talento do Zezé, enlouquece plateias.

SANDÁLIAS DA HUMILDADE
Apesar do espaço reservado aos Vips, Júnior, meio assustado, foi visto entre a patuleia.

Sorteados com Netbook

ESPECTRO
Com exceção da ironia, da crítica e das eventuais alfinetadas, marca registrada deste Blog, quero declarar aqui a nossa satisfação com os resultados desta festa que, muito aguardada, conseguiu corresponder e até superar as expectativas.

Alguns dos nossos leitores podem julgar o Blog do Corretor como crítico contumaz, porém se observar com mais cuidado, verá que estamos no limiar da crítica e do reconhecimento.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Deixe um comentário

Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

JORNALISTA

Emmanuel Ramos de Castro
Amante da literatura, poesia, arte, música, filosofia, política, mitologia, filologia, astronomia e espiritualidade.

Categorias

Fale com o Blog!