Ação de sensibilização reforça a importância da prevenção ao câncer de próstata

agenciaweber

agenciaweber

Por Roberta Raupp | Jornalista

RIO DE JANEIRO – Agentes do Grupo Assim Saúde estão em contato um a um com cerca de 2.200 beneficiários pertencentes ao Programa de Medicina Preventiva (Special Life) para sensibilizar sobre a importância da prevenção contra o câncer de próstata e reforçar a necessidade dos cuidados com a saúde. São mais de 100 contatos telefônicos realizados por dia durante este mês, como parte do esforço preventivo da operadora frente à campanha Novembro Azul, que visa alertar e conscientizar a população mundial masculina sobre a relevância do tema.

“Muitas pessoas, principalmente os homens, ainda hoje resistem em adotar uma rotina de cuidados com a saúde, fato que foi agravado durante a pandemia da Covid-19. Ao longo desse período, alguns optaram por postergar as visitas médicas e os exames preventivos, seja por desinformação ou por receio de contaminação. Por isso, decidimos iniciar a busca ativa por telefone, quebrando tabus e orientando sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata, que apresenta 90% de chances de cura ao ser detectado em sua fase inicial. Nosso esforço é no sentido de levar orientação em saúde e estreitarmos os laços de confiança com os nossos pacientes, por entendermos que a informação é uma grande aliada na prevenção de doenças”, destaca a gerente do Programa de Medicina Preventiva, a médica Eliane Guimarães.

A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca) é que no triênio 2020-2022, a cada ano, mais de 65 mil brasileiros recebam o diagnóstico de câncer de próstata, sendo esse o tipo mais comum entre a população masculina. Além disso, anualmente, a doença é responsável por 13,6 mortes para cada 100 mil homens no Brasil. A recomendação da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) é que todos os homens cumpram a agenda de acompanhamento médico para rastreamento e detecção da doença a partir dos 50 anos, que consiste na realização do exame de PSA e do toque retal. Quando há histórico familiar, a indicação para os exames de rotina cai para 45 anos.

“As campanhas de conscientização, como o Novembro Azul, são essenciais para revertermos as taxas de mortalidade pela doença, mas sabemos que a prevenção deve seguir por todo o ano e se estender a outras doenças que também colocam em risco à saúde e à vida. Por isso, mesmo sem apresentar nenhum sintoma, manter uma rotina de consultas e exames, além de um estilo de vida saudável, com alimentação balanceada, prática regular de exercícios físicos, não fumar, reduzir ou evitar o consumo de álcool, pode ajudar, e muito, a evitar esse e outros tipos de carcinomas e doenças crônicas”, alerta a médica.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Deixe um comentário

Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

JORNALISTA

Emmanuel Ramos de Castro
Amante da literatura, poesia, arte, música, filosofia, política, mitologia, filologia, astronomia e espiritualidade.

Categorias

Icons made by Gregor Cresnar from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY
Icons made by Smashicons from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY