ANAB alerta que a sanção do rol exemplificativo deve expulsar os consumidores de planos de saúde

Emmanuel Ramos de Castro

Emmanuel Ramos de Castro

A Lei 2033/2022, sancionada ontem pelo Governo, que define como exemplificativo o rol de procedimentos e eventos em saúde atualizado pela ANS, transformou-se num instrumento de adversidade à saúde suplementar, que aumentam as dificuldades de sustentabilidade do setor e prejudica a contratação ou a manutenção do plano de saúde pelos consumidores.

Agora, sem qualquer previsibilidade de custos, a indefinição de procedimentos e medicamentos obrigatórios gera insegurança financeira, a ser solucionada pelo aumento do preço para novas contratações e com reflexo nos próximos reajustes das mensalidades. Pior que isto, esta lei estabeleceu um precário e célere processo autorizador para novas coberturas assistenciais, submetendo os beneficiários a tratamentos e medicações aparentemente eficazes, porém, com efeitos colaterais até assassinos.

Essa medida provocou imediato, firme e contrário posicionamento pelo Dr. Paulo Rebello, Presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que publicou nota criticando a lei e destacando os pontos de retrocesso do novo texto legal. Com isso, o órgão regulador também perdeu sua autonomia e independência para garantir os direitos da sociedade e a sustentabilidade dos serviços.

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Deixe um comentário

Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

JORNALISTA

Emmanuel Ramos de Castro
Amante da literatura, poesia, arte, música, filosofia, política, mitologia, filologia, astronomia e espiritualidade.

Categorias

Fale com o Blog!