Quadrilha do reembolso volta a atuar

Emmanuel Ramos de Castro

Emmanuel Ramos de Castro

Da Redação

SÃO PAULONa dificuldade de lograr êxito com falsificações de documentos para implantação dos produtos PME e PJ, agora com regras muito mais rigorosas, criminosos estariam atuando no mercado de forma mais “sofisticada”.

De acordo com o que foi relatado ao Blog do Corretor, trata-se de uma quadrilha formada por um grupo de pessoas ligadas ao mercado, tendo como figura importante, nessa estrutura do crime, o agente da venda.

Esse suposto corretor intermedeia a venda e implanta a proposta (PME ou PJ) com a documentação perfeitamente dentro das regras de aceitação. Tudo legal.

A ação criminosa da quadrilha começaria a atuar, somente após o cumprimento das carências dos usuários.

Isso mesmo.

O exagerado pedido de reembolso teria chamado atenção das seguradoras que, ao seguir o rastro de tais pedidos, teriam identificado o esquema criminoso.

É importante que o corretor tenha consciência de que esse tipo de crime contribui para o aumento do custo dos planos de saúde.

E isso não é bom para o mercado, porque o alto custo na operação compromete o volume das vendas.

Já não basta a judicialização do setor?

Já não basta a aprovação, às vésperas da eleição, da Lei 2033/2022, que aumenta as dificuldades de sustentabilidade do setor e prejudica a contratação ou a manutenção do plano de saúde pelos consumidores?

De qualquer forma, agora a quadrilha já sabe que o Blog colocou a boca no trombone!

Compartilhar:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

Deixe um comentário

Você pode optar por ficar anônimo, usar um apelido ou se identificar. Participe! Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, caluniosa, bem como conteúdo meramente comercial. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

2 comentários em “Quadrilha do reembolso volta a atuar”

  1. Zé Kri Kri

    Faltou dar nomes aos bois. A gente precisa saber quem são os metralhas e as corretoras não devem manter contato com essa galera do mal.
    Sô Kri Kri ma num sô bobo.

  2. gabriela delecrodi

    Certamente essa ação não acontece de agora, alias só vem crescendo e se aperfeiçoando…
    Como disse nosso amigo no comentário acima, esta na hora de começar a identificar esse farsante com nomes.
    Outra coisa que vem crescendo bastante inclusive com uma propaganda em massa em todo canal de comunicação é o tal Reembolso Auxiliado – grandes clínicas envolvidas em esquemas de reembolso com valores realmente onerosos e que qualquer pessoa com um pouquinho de conhecimento no mercado sabe que existe um esquema muito bem monitorado nessa cobertura de procedimentos e que lá na frente essa conta não fecha, a operadora vai sentir a médio ou longo prazo. Mas tudo é feito nas “barbas” das Operadoras, nosso papel deve ser muito mais efetivo e consciente, mais do que nunca devemos ser ativos e precisamos estar atualizados para entender e buscar o melhor para nós e para os associados, mantendo a parceria com corretoras e operadoras.

    Gabriela Delecrodi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

JORNALISTA

Emmanuel Ramos de Castro
Amante da literatura, poesia, arte, música, filosofia, política, mitologia, filologia, astronomia e espiritualidade.

Categorias

Fale com o Blog!